Conheça os tipos de alongamento para cabelo

Alongamento com queratina
Foto: Bruno Di Maglio / Divulgação / João Miguel Júnior / Rede Globo

Como é feito: São coladas mechas bem finas próximas da raiz. A cola usada  contém queratina, um componente natural do cabelo. Por isso, o método não agride os fios. "Esse alongamento permite fazer mechas bem pequenas. Isso deixa o local da emenda discreto", ensina o hair stylist Bruno Di Maglio. Antes da aplicação, as mechas devem ser preparadas com a cola. Esse é o único procedimento que só pode ser feito com cabelos humanos.
· Tempo de aplicação: De duas a seis horas, dependendo da quantidade de cabelo.
· Manutenção: Após três meses, o alongamento deve ser retirado e recolocado para cima, compensando o crescimento. O preço costuma ser o mesmo da aplicação, sem o custo do cabelo.
· Indicação: Cabelos lisos e ondulados.
· Pontos negativos: O processo de retirada pode danificar os cabelos e a queratina derrete com o calor. Por isso, não se pode fazer chapinha ou escova na região da emenda.
· Retirada: É feita com um solvente. O processo é agressivo e pode danificar os fios.
· Preço: A partir de R$ 420*, com o cabelo incluído.

Com linha ou nó italiano


Foto: Val Alongamento / Divulgação / Getty Images
· Como é feito: As mechas postiças são amarradas com lastex nas mechas originais, próximo da raiz. A técnica dá mais volume na região em que as mechas foram amarradas.
· Tempo de aplicação: Cinco horas, em média.

· Manutenção: Após três meses, deve ser retirado e reposicionado. O valor é o mesmo da aplicação, sem o custo do cabelo.
· Indicação: Cabelos afro, pois pode receber chapinha.
· Pontos negativos: Pode "mastigar" cabelos lisos, deixando-os frisados, e mofar o cabelo sob a linha.
· Retirada: Corta-se a linha de lastex.
· Preço: A partir de R$ 320*, com os cabelos incluídos

Microlink



Microlink é preso com tiras de alumínio
Foto: amanda Faraco / Luciana Prezia / Divulgação
· Como é feito: O cabelo postiço é preso ao natural com tiras de alumínio que são enroladas ao redor das duas mechas, formando um anel. Agride pouco o cabelo, pois nenhum produto é aplicado diretamente nos fios.
· Tempo de aplicação: A partir de duas horas.

· Manutenção: Após três meses, deve ser retirado e recolocado.
· Indicação: Qualquer tipo de cabelo.
· Retirada: Os anéis são abertos com alicate.
· Pontos negativos: É o alongamento em que as mechas caem mais facilmente, mesmo antes do período de três meses de manutenção. Debaixo dos anéis, o cabelo tende a embolorar ou mofar se for submetido à umidade ou acumular produtos químicos.
· Preço: A partir de R$ 490*, com o cabelo incluído.

Esse eu não recomendo!!!! eu fiz na feira The Beauty, e nossa... como dói o couro cabeludo, e doeu mais ainda para tirar, uma desgraça! Coloquei mais para ver se eu realmente queria fazer mechas vermelhas... mas bom... digamos que eu amo minhas madeixas pretas!

Até que ficou bonito, mas doía tanto, que não valeu a pena o sofrimento!


Fonte: mdemulher


bjos!



4 comments

BRECHOZINHO DA MEL 28 de junho de 2011 15:23

Já ouvi mesmo falr que doi esse tipo de alongamento!Mas fica muito bonito!

Janaína Santos 28 de junho de 2011 19:50

O cabelo da Deborah Secco está lindo demais!!!
Também já ouvi falar que doi muito!!
Bjs

adrianaferreiira 2 de julho de 2011 21:33

Acho lindo esses tipo de alongamento
so nao sei se tinha coragem de colocar em mim
dizem q doi pacas kkkkkk

Kelly Cristina 1 de outubro de 2011 17:24

Vc viu o que a Débora Secco fez com o cabelo dela???
Ain não gostei não... ela cortou curtinho e pintou de castanho médio =S
Prefiro ela com ele cabelonnn...
hehehe
Bjus
=)

Postar um comentário